Mansão Black

Ir em baixo

Mansão Black

Mensagem por Convidad em Sex Dez 02, 2011 5:41 pm

A mansão Black é desde muito tempo um porto seguro para aqueles que necessitam de ajuda. Nos tempos atuais, Wade, o atual dono, usa a mansão como uma pensão para vampiros e calouros que precisam de um lugar para ficar, longe dos perigos do Povo da Fé. A mansão é um pouco afastada da cidade e além de ser cercada por uma floresta, ela conta com um enorme campo que a envolve, um local perfeito para se fazer rituais.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Black

Mensagem por Elena Mallaby em Seg Dez 10, 2012 8:01 pm

Após um longo voo finalmente cheguei a Tulsa.
Aquele ar, as pessoas falando.....essa era minha casa. E lá estava eu, sem documentos, sem celular, apenas com algum dinheiro dado em um envelope dentro do avião. Sem remetente.
Pelo menos para o taxi serviria. Mas para onde eu iria?

Minha casa humana – nem pensar
Caso do Peter Blaine – não...chega de confusão
HON – Era minha casa, mas lá eu não pisaria tão cedo...
Túneis – talvez encontrasse Freaks lá....eu realmente queria encontrá-lo mas minha intuição dizia que ele já tinha se mandado de lá há tempos

Encostei em uma pilastra enquanto pensava. Eu tinha um endereço em mente.
Lembrei-me daquele vampiro adulto....Wade...ele costumava ter uma casa....onde alguns calouros em apuros costumavam ir.
Chamei um táxi e pedi gentilmente para que o motorista me levasse até o que eu lembrava do endereço. O motorista não parava de me olhar pelo retrovisor. Ou melhor, a minha marca. Eu apenas o fitava calmamente.

Alguns minutos depois, entramos em um bairro afastado e chegamos na rua correta. O número da casa eu não lembraria mesmo, mas não tinha problema. Paguei a corrida e assim que o táxi foi embora, comecei a descer a rua, olhando para a frente das casas. Era de noite, as luzes da rua acesas.....até que meus olhos pousaram em uma bela mansão. – É aqui. – disse

A imagem de Freaks veio na minha mente. Caminhei até a entrada e apertei a campainha.



Última edição por Elena Mallaby em Seg Dez 10, 2012 8:32 pm, editado 1 vez(es)

_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Black

Mensagem por Richard G. Freaks em Seg Dez 10, 2012 8:16 pm


Surprise in the afternoon


Não queria acordar. Quanto mais tempo passava acordado mais eu me recordava das sensações vindas de Elena e isso me fazia pirar. Era praticamente consumido pela raiva. Havia tentando embarcar num avião para a Escócia, mas não deixaram por eu ser um vampiro e portanto uma ameaça em potencial para todos no avião, o que me deixou ainda mais nervoso. Nos últimos dias tinha de me agarrar muito bem aos sonhos para não acabar passando a um pesadelo sobre a dor de Elena. Em resumo: eu estava enlouquecendo.
Mas naquela tarde foi diferente. Senti sentimentos bem diversos vindo dela. Acho que senti até mesmo um pouco de alegria. No inicio pensei que eu havia finalmente enlouquecido, mas com o passar das horas algo foi crescendo. Até explodir com o barulho da campainha. Cheirei o ar. Elena. Corri para a sala, pulei o sofá e abri a porta. E lá estava ela. Elena. Não tive muito tempo para observá-la, por algum tipo de impulso animal, me adiantei e abracei-a, fazendo com que seus pés deixassem o chão e então a beijei. Tudo o que havia passado nesse tempo terrível sem ela sumiu. Mais alguns segundos e a coloquei no chão, me afastei um passo para trás e sorri. Era ela. Era realmente ela. Não era um sonho ou um pesadelo. Era verdade.
- É... Uhn... Desculpe pelo afobamento, tinha que ter certeza de que era real. - falei num tom de desculpa com uma leve mistura e felicidade.




Thanks, Baby Doll @ ETVDF

_________________

What if the fireworks explode, the eternal feast of death begins.
Wake Anadlu Sarff, it's time for song of the sword, the song of death.
avatar
Richard G. Freaks
Professores
Professores

Mensagens : 227
Data de inscrição : 07/09/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Black

Mensagem por Elena Mallaby em Seg Dez 10, 2012 8:29 pm

E senti meu coração se acelerar quando a porta se abriu. – Richard! - disse surpresa e feliz ao mesmo tempo.
Mas antes que ele dissesse alguma coisa, ele me abraçou rapidamente me tirando do chão. E seus lábios se juntaram aos meios em algo um tanto...forte.....bem....se comparado a última vez....

Instantes depois ele me soltou e então eu pude olha-lo nos olhos novamente. Ele estava mais....mais bonito e forte e sei lá.... Enquanto ele se desculpava eu apenas sorria o fitando.
- Também senti saudades... – e olhei pra dentro – Será que posso entrar na sua nova casa?Algo me dizia pra vir pra cá.....

_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Black

Mensagem por Richard G. Freaks em Seg Dez 10, 2012 8:43 pm


Surprise in the afternoon


Mordi meu lábio inferior e sorri.
- Lógico que pode entrar ! Minha casa, sua casa. - falei sorrindente dando passagem. - Bom, a casa é beeem. Muitos quartos para muitas pessoas, como falou o Wade. Eu consegui arrumar uma cama lá no porão por me sentir melhor por lá, bem, pode escolher o quarto que preferir. - disse como se fosse um guia turístico da casa. - A biblioteca fica no final do corredor e a cozinha é bem ali. - falei apontando uma porta à esquerda.
Respirei fundo enchendo meus pulmões de ar.
- Bom, não quero perguntar tudo o que aconteceu por lá agora, mas eu tenho que me desculpar com você. Não pude te tirar daquela prisão e nem mesmo cumprir minha promessa ainda. Mas eu ainda vou cumpri-la. - disse confiante e levemente sorridente. Por mais sério que fosse o assunto, ter ela tão impedia completamente qualquer cara séria minha.




Thanks, Baby Doll @ ETVDF

_________________

What if the fireworks explode, the eternal feast of death begins.
Wake Anadlu Sarff, it's time for song of the sword, the song of death.
avatar
Richard G. Freaks
Professores
Professores

Mensagens : 227
Data de inscrição : 07/09/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Black

Mensagem por Richard G. Freaks em Ter Jan 08, 2013 4:44 pm


Party Ends


Agora eu entendia.
O vampiro se aproximou de mim para ver se eu estava bem. Eu estava. Melhor que nunca. Elena havia lutado com Blake, vi tudo enquanto estava desacordado e ele havia levado ela para a casa dele. Suspirei pausadamente e me sentei na grama.
- Eu estou bem, mas quero sua arma. - disse olhando-o diretamente no olhos usando a hipnose, primeiro enrugou a testa em dúvida, mas depois entrou em transe. - Você vai me dar sua arma e vai voltar para a festa, eu estava doidão, sabe ? Meio maluco e etc. Por isso você me jogou na rua e voltou para a festa. Mas acabou lembrando que tinha deixado sua arma em casa, afinal achava que seria uma festa sem problemas. Então vai lá.
Peguei a pistola do vampiro azul e coloquei escondida em minha calça, por baixo da blusa. O vampiro acordou do transe e me ajudou a me levantar. levando-me para a saída em seguida. peguei o carro e comecei a dirigir. Primeiro passei em casa e peguei Anadlu Sarff, depois passei a circular a casa, murmurando algumas coisas em galês antigo, enquanto desenha círculos nas quatro direções cardeais em volta da casa. A esse ponto, Erick já teria chegado em casa, mas Elena ainda estava inconsciente. Com a ponta da espada, terminei o último circulo e escrevi dois nomes.
Usando a ponta da espada, espetei meu dedão, deixando meu sangue escorrer pela lâmina.
- Ddeffro Anadlu Sarff. Mae'r frwydr yn agosáu a rhaid i'r gân y cleddyf yn cael ei glywed. - sussurrei passando o dedo ensanguentado pela lâmina sem que fosse cortado.
A espada emitiu por um segundo um brilho verde. Aquela maldita deusa só havia me machucado e feito com que eu sofresse. A bem da verdade, ela não me quis, assim como não quis minha mãe. Então, vem a grande pergunta. Por que eu deveria glorificar e adorar uma deusa que não era minha ? E agora, eu finalmente podia compreender a resposta. Eu não deveria. Nyx não era minha deusa. Meu Deus era a Escuridão, Érebus. Esse sim era meu Deus.
Mas tinha Elena. Sempre teve Elena. A menina divida. Sempre Elena. Elena era de Nyx, mas por sua rebeldia não podia servi-la normalmente. Mesmo com todas as voltas e reviravoltas, Elena era e é uma sacerdotisa de Nyx.
Estava tudo finalmente pronto. Voltei para dentro e escrevi um bilhete. Elena o encontraria quando voltasse. Ela voltaria, nunca houve essa dúvida.
Respirei por um segundo e olhei toda a casa antes de me despedir. Talvez não voltasse mais ali, caso isso realmente rolasse, seria por eu ser fraco e ineficiente em meu dever. Então não haveria problema naquela casa deixar de ver um fracasso. Estalei o pescoço e montei na moto. Dei a partida e fui a velocidade máxima. Agora eu entendia.
{Encerrado}




Thanks, Baby Doll @ ETVDF

_________________

What if the fireworks explode, the eternal feast of death begins.
Wake Anadlu Sarff, it's time for song of the sword, the song of death.
avatar
Richard G. Freaks
Professores
Professores

Mensagens : 227
Data de inscrição : 07/09/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Black

Mensagem por Elena Mallaby em Ter Jan 08, 2013 6:17 pm


Em 20 minutos o taxi me trouxe até a Mansão Black. Sai e entrei rapidamente na casa pegando algum dinheiro para pagar a corrida.
Já dentro da casa outra vez, chamei Freaks. Uma, duas vezes.....não tive resposta..
Será que ele ainda estava na festa? Corri até seu quarto lá embaixo e estava vazio. Olhei a garagem e notei que a moto dele não estava mais lá. Subi novamente e parei na sala de estar ao avistar um bilhete.

Peguei o papel e comecei a ler rapidamente um tanto apreensiva
Freaks, o meu vermelho.....estava negando a deusa.
- Não....
Ele confessava também ser o assassino da igreja de Tulsa. Nessa hora comecei a tremer segurando o choro e a raiva até terminar o bilhete.
Ele estava saindo de casa, e a deixava para mim e Cassie (oi?).
E terminou com um "Elena, faça o que fizer, agora eu entendo."
Embolei o papel e o joguei longe, caindo de joelhos no chão. – Nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaao!

Gritei como se quisesse que Tulsa inteira ouvisse.
Não podia ser! Eu me recusava a acreditar. Minhas mãos iam até a minha cabeça,segurando meus próprios cabelos com raiva enquanto as lágrimas desciam sem parar.
Ele não podia ter ido embora. Não podia ter me abandonado desse jeito
.
E ele ainda confessou ser o maldito assassino.....isso significava que Erick não mentira para mim.
Eu não sabia se estava com mais raiva ou tristeza dentro de mim. A pessoa que eu confiava se mostrou um mentiroso assassino e acabara de me abandonar. Eu estava sozinha novamente. Sem meu amigo, sem meu vermelho, sem meu parceiro.
E o outro que eu jurei matar parecia tentar me proteger. Ó céus........

Aos poucos as lágrimas foram cessando e eu soluçava enquanto abraçava os joelhos deitada no chão. No chão daquela casa vazia. Daquela vida vazia........
Algum tempo depois, levantei-me e fui até a cozinha pegar alguns sacos de sangue. Teria que me virar com aquele sangue insosso. A essa hora Freaks já deveria estar bem longe. Eu não o teria mais do meu lado, nem o seu sangue....
Aliás...eu agora eu carimbada com um assassino fugitivo solto por ai.
Tem como piorar?
Bem..... Tem sim.

Resolvi subir para o meu sótão e tirar aquele vestido quando escuto meu velho celular tocar.
Eu havia o recolhido do meu antigo quarto e trouxe para cá na noite passada. Ele estava carregando e quando vi a chamada não reconheci o número, mas atendi mesmo assim:

- É a Senhorita Elena Mallaby? - disse uma voz
- É ela.......
- Querida, o Senhor Blake caiu inconsciente aqui na cozinha, estou desesperada e nem posso chamar os médicos. Por favor.. me ajuda... as feridas dele.. parece que a luta de hoje foi intensa demais pra ele.. me ajuda por favor... - deveria ser a criada de Erick no telefone.
- Ahh - disse um tanto espantada.
Mas que droga......a senhora estava toda chorosa no telefone e tinha mesmo que me ligar?
- Eu.....já chego ai. - disse séria e desliguei em seguida.

E rapidamente tirei o vestido e coloquei algo mais normal, como um velho jeans, tênis e uma blusa qualquer. Se Erick não tinha morrido ainda, agora ele não me escapava. Essa noite parecia não ter fim >.<

Peguei a minha bolsa, achei o meu velho punhal e coloquei lá dentro, descendo em seguida.
Na garagem, peguei o carro e então saí em direção à casa de Blake.

Encerrado


_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Black

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum