Igreja - Povo da Fé

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Victória Redbird em Dom Maio 01, 2011 7:10 pm

Esta é a 5ª Igreja Cristã de Tulsa.
A maioria de seus integrantes fazem parte também do grupo denominado Povo da Fé.


_________________
Ex-Sacerdotisa . Espírito
avatar
Victória Redbird

Mensagens : 289
Data de inscrição : 26/03/2011

Ficha do Personagem
Vida:
0/100  (0/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Convidad em Sab Jul 23, 2011 3:44 pm

Não era a primeira vez em que eu ia a esta igreja,mas era a unica que eu me lembrava,entrei na igreja fiz o sinal da cruz e fui me juntar a meus avós que estavam sentados num banco não tão lonje da porta,me sentei ali e fiquei encarando os vitrais.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Convidad em Seg Jul 25, 2011 2:51 pm

Naquele fim de tarde a igreja estava lotada. Não que ficasse vazia normalmente, mas com a onda de violência em Tulsa, os fiéis enchiam os templos em busca de orientação, salvação e etc.
Meu pai iniciara o culto e todos pareciam realmente interessados.
O discurso de meu pai inflamava a pequena multidão, principalmente nas partes em que dizia "expulsar os seres do mal da nobre Tulsa", ou então, "os verdadeiros cristãos devem se unir para que o bem prevaleça".
Grande parte daquele povo era simpatizante do grupo do Povo da Fé,o que era ótimo pois a batalha com o inimigo era longa.
Algum tempo se passou até que os religiosos terminaram seus depoimentos e etcs e as pessoas fizeram suas oferendas. O povo começou a se levantar e cumprimentar uns aos outros indo em direção a saída.
Eu estava parado perto da porta principal cumprimentando uns e outros.
Quase no fim da fila avistei um casal de idosos e uma jovem os acompanhando.
- Boa noite Sr. e Sra. Hannagan. Boa noite Janie - disse apertando a mão dos três.
- Nós da igreja ficamos muito felizes que sua neta esteja vindo também aos cultos - disse olhando para os avós dela.
Ela era nova, talvez tivesse a mesma idade de Elena. Mas com uma grande diferença. Ela não era uma aberração. E pelo que eu sabia os jovens recebiam aquela marca horrível na testa quando tinha 15 ou 16 anos, o que a excluía desse grupo. Ela era humana e continuaria assim.
- Creio que você não deva conhecer muitos aqui na igreja Janie. Se seus avós não se importarem posso te pagar um café para lhe apresentar alguns dos nossos grupos. - disse lançando um olhar para a jovem loira.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Convidad em Ter Ago 02, 2011 2:08 pm

-an é um praser velo an,sera que podemos converssar ali?
dice apontando para o lado,puxei ele pelo braço delicadamente e comecei a falar outra vez,
-an me desculpe,eu sou París,irmã gemea de Janie,vc deve ter nos confundido,é vc conhece minha irmã?
perguntei olhando em volta para ver se ninguém estava ouvindo.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Convidad em Ter Ago 02, 2011 6:44 pm

A garota loira pareceu não me entender.
Ela me puxou para um lado e disse que se chamava París e não Janie.
Por Deus! Agora fazia sentido; outro dia vi Elena com uma garota que não sabia se era humana ou não. Olhando de perto agora eu consegui notar alguma diferença; Aquela outra garota devia ser Janie e era uma aberração como Elena.
París era diferente.

- Perdoe-me por minha confusão, París. E sim eu a conheço de vista...não sabia que você ou ela tinha uma irmã gêmea.
Essa descoberta pareceu extremamente interessante. París poderia ser muito útil futuramente para o Povo da Fé.
- Então senhorita, aceita meu convite?


Peguei meu celular para ver as horas mas ele tinha acabado a bateria.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Elena Mallaby em Qua Ago 03, 2011 1:25 pm

Depois de uns 20 minutos andando, cheguei até a igreja que Caleb frequentava.
O estacionamento já estava bem vazio o que significava que o culto já tinha acabado. Mas o carro de Caleb ainda estava lá.
Ajeitei meu cabelo rapidamente e fui andando lentamente até a entrada lateral da igreja.
Me escorei em uma das paredes não tão iluminadas e olhei para o salão em busca dele. Não queria que me vissem afinal de contas.
Até que o notei perto da outra entrada. Havia um casal de velhinhos alguns metros dele e pára tudo. Quem era aquela loira do lado dele? Ela me parecia extremamente familiar, seria uma vamp? Algo me dizia que não. Mas não me importava quem ela era e sim o que ela estava fazendo tão próxima.....do meu humano.
Raiva. Era tudo o que eu sentia. Tava explicado o porquê dele não ter me respondido a SMS. E eu toda idiota atrás desse babaca. Ai Deusa! Não que eu gostasse dele, mas ele devia querer ficar perto de mim e não de uma loira azeda dessas.
A vontade que eu tinha era de ir lá e arrancá-lo a força de lá. Eu precisava do sangue dele. Mas algo me parou e me impediu que eu fosse lá e fizesse um escândalo.
Sequei uma lágrima que caiu e saí correndo de volta para a morada, lugar de onde eu não devia ter saído esta noite.


ENCERRADO

_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Convidad em Qua Ago 03, 2011 5:11 pm

-an claro eu adoraria conhecelos!mas o café não precisa.
dice respondendo a pergunta dele,me virei e começamos a andar a algum lugar onde deveria estar os amigos e companheiros dele,ele deveria conhecer minha irmã,mas como se ela era vampira?,a ultima noticia que eu tive dela é que ela não estava morta como todos pensavamos,e agora sou confundida com ela.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Convidad em Sex Ago 05, 2011 11:05 am

Eu tive a sensação de que alguém me observava.
Olhei em volta mas não consegui ver ninguém.
Devia ser coisa da minha cabeça.
A garota loira aceitou conhecer um pessoal da igreja.
Ela me acompanhou e eu a apresentei para alguns do povo da fé.
- Gente, está é París - disse
Depois de algum tempo falei:
- Paris.....gostaria que você me contasse mais sobre sua irmã.....uma outra hora. Eu tenho que ir. A gente se vê.

Me despedi dela e sai da igreja.
ENCERRADO


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Elena Mallaby em Qui Out 27, 2011 9:20 pm

Depois de uns minutos dirigindo, cheguei naquela igreja.
De carro era bem mais perto, mas a chuva estava tão intensa que o jeito foi dirigir bem devagar.
Era cedo e já havia alguns carros estacionados lá.
Provavelmente ia ter culto naquela manhã e quem sabe eu encontrava Caleb e tal.
Por um momento eu esqueci a raiva que eu tinha dele, eu só pensava no seu sangue, e como me saciava.....
Tateei o banco de trás a procura do meu guarda-chuva...mas por alguma razão ele não estava lá. O jeito era correr na chuva mesmo.

Peguei minha bolsa e sai correndo com a cabeça baixa em direção a entrada da igreja.
Subi os degraus e entrei. Algumas pessoas conversavam perto da porta do lado de dentro, outras estavam espalhadas sentadas ou em pé na igreja.
Encostei-me em uma lateral e comecei a procurá-lo com os olhos.


_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Thomas Yakanoto em Qui Out 27, 2011 10:48 pm

A chuva só atrapalhava. Atrapalhava a visão, a audição e a minha habilidade e acender aquele maldito cigarro. Depois de algum tempo, e muitos cigarros jogados ao chão acabo desistindo de tal façanha e me enrolo na capa de chuva pronto para sair.
Não era sempre que aquela igreja me atraia, embora sua arquitetura fosse fascinante sua filosofia não me atraia nem um pouco. De longe podia ouvir o Pastor gritando o seu sermão. Inúmeros carros jaziam estacionados na rua dando aquele ambiente ( principalmente com aquela chuva) um aspecto sombrio e fazendo a manhã parecer um final de tarde. Ao longe pude ver um único sinal de vida. Uma garota saindo apressada de um dos carros e entrando na igreja, ela não levava nenhum guarda chuva ou capa.
Finalmente sob a proteção da entrada da igreja sacudo meu corpo para afastar um pouco das gotas que ainda estavam grudadas na minha capa e tiro meu maço de cigarro do bolso puxando um para fora e com a outra mão já pegava um isqueiro. Logo na entrada da igreja a mesma garota que eu havia visto correndo do carro estava parada, encostada na parede lateral, ela movia a cabeça freqüentemente como se procurasse algo. Foi então que eu vi. Não estava muito nítida mas uma marca azul podia ser vista na testa dela, pela forma que ela estava parecia que um tipo de maquiagem havia se danificado pela chuva.
Dou uma batidinha nos bolsos internos da minha capa conferindo se minha arma e minha faca estavam realmente lá. Acendo meu cigarro e espero fora da igreja.
O pastor gritou um bem alto um “ Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” e mais por costume do que por fé faço um sinal da cruz. Hoje poderia ser um dia agitado
avatar
Thomas Yakanoto

Mensagens : 12
Data de inscrição : 26/10/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Elena Mallaby em Qui Out 27, 2011 11:34 pm

Onde Caleb havia se enfiado? Olhei pra dentro da igreja e não vi sinal dele....também não conseguia senti-lo....sentir seu sangue correndo pelas veias. Caramba.

Ele estava sumido...não me mandou nenhuma SMS nem nada. Isso era muito estranho.
Não que eu gostasse dele, nós já fomos amigos quando eu era humana e não passamos disso. Mas esta carimbagem mexia com meus instintos e desejos e misturava tudo. Eu não conseguira desfazer a nossa carimbagem, então ele ainda era o meu humano........
Maldição.

Cansei de olhar dentro da igreja e comecei a olhar no estacionamento em uma última tentativa de enxergar o carro dele estacionado. Mas com essa chuva toda era difícil ver também. Até que eu senti um calafrio.

Alguma coisa errada estava acontecendo. Os fiéis de aglomeraram dentro da igreja para escutar o que o pastor falava. Mas alguém ficou de fora.
Havia um rapaz fumando encostado em uma das paredes. Ele não devia ser muito mais velho do que eu, mas o peguei me fitando e isso me deixou desconcertada. Quem seria ele? Ai tinha coisa. Minha intuição só melhorava com o tempo....

Abri minha bolsa rapidamente e procurei um pequeno espelho e então eu vi.
A minha lua estava descoberta. E meu creme, onde estava o meu creme? Devia ter caído no carro. A chuva tinha me revelado.
– Ah droga – murmurei.
Mas já era tarde demais, aquele cara tinha visto...e ele...ele não era um humano comum, ele tinha algo estranho, desconhecido....perigoso.
Eu então o encarei de volta. Do lado de fora só havia nós e a chuva.
Eu não iria fugir...eu já não era só uma novata recém-marcada.... (pelo menos esse não era o plano). Virei-me para ele mantendo certa distância entre a gente e disse:
- É melhor que não faça nada estúpido.



_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Thomas Yakanoto em Sex Out 28, 2011 12:26 am

Agora a vampira estava olhando diretamente para mim. Por um momento fique fitando seus olhos tentando entender o porquê daquilo. Não gostava da idéia de ter que matar uma simples garota, mas era algo que eu deveria fazer.
Em uma fração de segundo minha mão já segurava o cabo do revolver oculto sobre minhas vestes e sabia que se quisesse no mesmo tempo já haveria uma bala sendo lançada para a garota mas algo me fez hesitar

- É melhor que não faça nada estúpido..
Dou um sorriso sincero ao ouvir aquela frase. Eu não teria nenhum arrependimento em tirar mais um vampiro do mundo, só não me parecia ser uma boa hora para isso, para esta garota eu teria uma função melhor.
- Ora pequenina, eu sei muito bem o que faço.
O que fiz agora não foi nada alem do que havia treinado todos estes anos para fazer. Mirar e atirar, com precisão e velocidade. A bala voou diretamente contra o ombro da garota em um ponto um pouco ao lado do pescoço, com sorte e cuidados rápidos ela não morreria, cuidados que eu sabia que ela teria. Estava confiante, mas não a ponto de abandonar meu bom senso. Estava agindo por puro impulso pois não estava equipado para travar uma batalha mais seria, isso sem contar a multidão dentro da igreja. Se eu tivesse sorte eles só veria a garota caída quando eu estivesse bem longe.

avatar
Thomas Yakanoto

Mensagens : 12
Data de inscrição : 26/10/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Elena Mallaby em Sex Out 28, 2011 9:18 am

- Ora pequenina, eu sei muito bem o que faço. – disse ele
Tudo aconteceu muito rápido. O cara sacou uma arma de suas vestes e no segundo seguinte eu era atingida, perto do meu ombro e pescoço. Não tive tempo de reagir.
Arfei de dor, levando a minha mão no ombro. Eu vi então meu próprio sangue. – Ai deusa...
Escorei novamente na parede e olhei para aquele louco.
– Você vai se arrepender de ter feito isso, cara. Podíamos conviver pacificamente, mas olha a merda que você fez! – disse com a voz gritada.

Eu fora atingida e não estava numa situação confortável e aquilo lá estava doendo demais..... mas eu daria um jeito de sair de lá.
E então me concentrei e usei toda a energia que me restava para conjurar uma névoa em volta da gente. Com a tempestade que estava caindo, ele não iria ver muita coisa. Ele era humano, não tinha visão apurada. Além da névoa consegui projetar o meu corpo do lado de onde eu estava - era tudo uma ilusão, se alguém tocasse iria ver que não tinha matéria, era uma miragem. Quando a névoa sumisse, ele enxergaria a minha ilusão e eu estaria longe. E foi o que eu fiz.

Mil vezes droga. Eu não conseguiria dirigir com o ombro daquele jeito, tava doendo demais. O carro ia ficar pra trás; outro dia eu dava um jeito de buscá-lo.

Agachei e fui engatinhando até outra parede para me concentrar, deixando a minha ilusão no lugar anterior. E então quase sem energia e um pouco ofegante, eu murmurei:

- Nyx............... – A sacerdotisa havia me falado para não usar este meu outro dom pois isso me trazia efeitos colaterais, mas não havia outro modo de sair de lá do jeito que eu estava. Então concentrei-me para me transportar de lá. No lugar onde eu estava, algumas gotas de sangue tingiam o piso.


E continua nos Jardins da HON.


_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Thomas Yakanoto em Sex Out 28, 2011 10:29 pm

Antes mesmo de ver se minha bala atingiu o alvo já havia guardado minha arma. A bala havia penetrado no ponto exato em que eu havia mirado mesmo não tendo ficado surpreso por este fato um sorriso escapa pelos meus lábios.
– Ai deusa...
Aquela era uma reação tão normal e humana, que fez meu sorriso desaparecer.
– Você vai se arrepender de ter feito isso, cara. Podíamos conviver pacificamente, mas olha a merda que você fez! –
Me viro imediatamente após ouvir aquela frase e começa a andar passos largos agradecendo a chuva que encobriria qualquer rastro, as outras pistas que eu poderia deixar eu me livraria mais tarde. Logo as pessoas da igreja começariam a se movimentar para buscar o porquê do tiro e estar perto não seria uma boa idéia.
Não me virei para ver que fim aquela vampira havia tido, afinal o meu objetivo para ela já havia se concretizado no momento em que puxei o gatilho. Agora os vampiros sabiam da minha existência, e sabiam que poderiam começar a temer.

“– Você vai se arrepender de ter feito isso, cara. Podíamos conviver pacificamente, mas olha a merda que você fez! –“ Essa frase não sai da minha cabeça... ela não parecia amedrontada e sim furiosa. Solto um suspiro quando não consigo acender um novo cigarro.
Eu devia ter arrancado algum membro dela... ai sim ela ficaria com medo.
Dou um sorriso forçado. De alguma forma não estava bem com aquilo tudo

ENCERRADO!
avatar
Thomas Yakanoto

Mensagens : 12
Data de inscrição : 26/10/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Erick Blake em Sab Dez 31, 2011 7:36 am

Saimos da HoN e seguimos pelos caminhos de Tulsa até a 5ª Igreja para buscar o carro da Elena, que agora era meu.
Durante a caminhada olhei sorrindo para Adam e falei:

- Adam, você estava certo. Eu falei com a Elena.

Eu mirava a rua a minha frente seguindo rapidamente para o local onde o carro estava, eu apenas esperava ele fazer a pergunta mais normal para aquilo, que seria " E o que aconteceu". Geralmente era isso, estava frio em Tulsa e pela primeira vez eu utilizava uma roupa inteiramente preta e sobretudo, eu queria ser rápido e invisível naquela noite, o local era perigoso para nós.

_________________
" Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade".
Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. "



avatar
Erick Blake
Vampiros Azuis
Vampiros Azuis

Mensagens : 512
Data de inscrição : 25/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Adam Conant em Sab Dez 31, 2011 1:12 pm

Igreja

Tulsa



Erick me ignorou e saiu ainda de madrugada, não sabia ao certo se haveria alguém na igreja, ainda mais aquela hora e aquele tempo. Ele estava totalmente agasalhado e eu de quando percebi que estava muito frio mesmo eu voltei ao quarto e coloquei sapatos, com uma salça jeans escura e minha camisa de manga longa roxa. O colar que Elena deixou pra mim já estava em meu pescoço, mas por precaução eu o deixei oculto sobre minha camisa, assim como minha marca na testa que estava coberta. Erick olha para mim e me dá uma notícia e pela sua cara não fora tão ruim, sorrio dizendo.

- Como você conseguiu?

Enquanto andávamos pela rua escura da igreja, o sol já nascia ao longo, eu esperava que Erick fosse me contando a história toda.



Agradece a Barbie pelo template.


_________________


Adam Conant

"Son of Darkness"
Leader Blue FreshmanVampire
thanks princess kira from @ sugar!
avatar
Adam Conant
Calouro Azul
Calouro Azul

Mensagens : 311
Data de inscrição : 26/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: Sexto-Formado

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Erick Blake em Sab Dez 31, 2011 1:26 pm

Durante nossa caminhada eu resolvi contar ao Adam o que ocorreu mais não para me mostrar e sim por um motivo.... eu confiava nele.
Adam fez a pergunta que eu esperava e sorrindo eu falei sem parar de caminhar:

- Bem, após o Funeral eu fui até ela e contei tudo. Falei dos meus sentimentos por ela e... a beijei.


Eu parei observando as estrelas. Isso poderia assustar o Adam ou fazer ele rir de mim, mais pouco me importava. Minha vontade era de gritar ao mundo que eu gostava de Elena Mallaby mais ela seria a nova Sacerdotiza e eu tinha que manter isso oculto pela imagem que ela teria que passar a partir daquele dia.

_________________
" Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade".
Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. "



avatar
Erick Blake
Vampiros Azuis
Vampiros Azuis

Mensagens : 512
Data de inscrição : 25/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Adam Conant em Sab Dez 31, 2011 1:32 pm

Igreja

Tulsa



Eu parei no meio do caminho sem acreditar, não sabia se eu ria ou ficava espantado, mas pelo olhar do Erick eu estava fazendo as duas coisas.

- Erh... hahaha... Como você ainda ta vivo?!

Bem... A pergunta não saiu como o planejado, então nada eu continuei surpreso, eu ouvi boatos de uma garota que fora lançada da janela pela Elena, mas Erick a beijou e ele estava inteiro, por um segundo imaginei ela amarrada enquanto ele a beijava, mas ele não seria capaz disso, e muito menos Elena deixaria isso acontecer, logo foi natural o que aconteceu, e ele sobreviveu, controlei a risada e voltei a andar ao seu lado, ele observava as estrelas e eu olhei fixamente para a frente.

- Como ela reagiu a isso? E como vão ficar as coisas?

Caminhava conversando com o Erick, que ainda olhava as estrelas.



Agradece a Barbie pelo template.


_________________


Adam Conant

"Son of Darkness"
Leader Blue FreshmanVampire
thanks princess kira from @ sugar!
avatar
Adam Conant
Calouro Azul
Calouro Azul

Mensagens : 311
Data de inscrição : 26/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: Sexto-Formado

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Erick Blake em Sab Dez 31, 2011 1:59 pm

- Como ela reagiu a isso? E como vão ficar as coisas?

Perguntas simples, fáceis de responder... ou não. Eu queria ter as respostas para as perguntas do Adam mais eu não as tinha, pelo menos não completa. Olhei para a frente sério e comecei a caminhar enquanto falei:

- Bem... ela se afastou após o beijo e pediu para eu levar as malas dela pro carro, me despedi dela no aeroporto e... Não sabemos ainda como ficaremos, acho que ela foi pega de surpresa.

Já era possivel ver o carro da Elena. Seguiamos rapidamente até o local e assim que chegassemos eu entraria no carro junto a Adam e voltariamos para a Morada.

_________________
" Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade".
Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. "



avatar
Erick Blake
Vampiros Azuis
Vampiros Azuis

Mensagens : 512
Data de inscrição : 25/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Adam Conant em Sab Dez 31, 2011 2:15 pm

Igreja

Tulsa



- Então ela não lhe bateu ou lhe jogou pela janela? Cara eu agora estou surpreso!

Sério, Elena Mallaby era bela, poderosa, mas também sabia ser malvada, e foi por isso que fiquei espantado, mas deve ter sido por causa do funeral que ela não fez nada, meu olhar para Erick expressava exatamente isso, ele foi esperto naquela situação. Continuamos a andar e ao longo avistamos o carro que ele disse que era nosso agora, sorri ao ver, bonito, simples... Erick poderia dirigir, eu ainda só tinha 15 anos, então não fiquei tão eufórico, já que não tinha carteira, mas não me impedia de quebrar algumas regras, pensamento que logo enfraqueceu ao sentir o frio do pingente em meu peito, eu agora era o Líder, deveria mostrar respeito às regras.

- É aquele o carro?!

Perguntei só para confirmar mesmo, caso eu estivesse me enganando e também para mudar o assunto da Elena, porque pela cara dele era um assunto que mesmo com esse avanço, era delicado.



Agradece a Barbie pelo template.


_________________


Adam Conant

"Son of Darkness"
Leader Blue FreshmanVampire
thanks princess kira from @ sugar!
avatar
Adam Conant
Calouro Azul
Calouro Azul

Mensagens : 311
Data de inscrição : 26/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: Sexto-Formado

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Erick Blake em Sab Dez 31, 2011 2:39 pm

Continuavamos a caminhada e eu apenas sorri com a endagação do Adam. Realmente qualquer um esperaria a morte ao fazer o que eu fiz, mais era válido. Continuamos a andar e após alguns minutos chegamos no carro.
Era um carro cinza metalico, de duas portas e linda aparência.
Adentreamos no carro e a cor interna era um bege que expressava um luxo particular.

Passei o cinto de segurança e arrumando o retrovisor dei partida no carro e manobrando saimos dali de volta a morada em alta velocidade.
A Morada não ficava longe, por isso em poucos minutos chegariamos lá, antes do amanhecer com certeza.

_________________
" Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade".
Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. "



avatar
Erick Blake
Vampiros Azuis
Vampiros Azuis

Mensagens : 512
Data de inscrição : 25/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Adam Conant em Sab Dez 31, 2011 2:56 pm

Igreja

Tulsa



Chegamos ao carro e realmente era bonito, duas portas, cinza e essas coisas bem arrumadinhas, por dentro era bege, Erick colocou o cinto e deu logo a partida, eu já de cinto me segurei enquanto ele acelerava o mais rápido possível para a Morada, tomara que não tenha nenhum guarda por perto para nos parar, mas pelo visto não havia, pois logo via os muros da morada ao longe.

- Quer mesmo chegar antes de amanhecer?

ENCERRADO



Agradece a Barbie pelo template.


_________________


Adam Conant

"Son of Darkness"
Leader Blue FreshmanVampire
thanks princess kira from @ sugar!
avatar
Adam Conant
Calouro Azul
Calouro Azul

Mensagens : 311
Data de inscrição : 26/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: Sexto-Formado

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Erick Blake em Sab Dez 31, 2011 3:11 pm

O som estava ligado no último volume, a música Fast And Furious fazia qualquer coisa tremer. enquanto corriamos pela estrada as sombras faziam o carro sumir e reaparecer com uma batida inconfundivel.
O sol já ia subindo nos céus e eu coloquei um óculos escuro apenas para completar o figurino.
Adam perguntou e um sorriso brotou em meu rosto quando respondi pra ele:

- Amanhã temos aula brother.

Eu mascava trident e seguia para a Morada com um grande sorriso. Aquele carro da Elena era lindo e perfeito, um super presente aliás. Só de pensar que aquelas mãos delicadas haviam tocado aquele volante meu corpo esquentou um pouco. Lembrar dela me trazia felicidade e as lembranças que eu tinha dela eram perfeitas.

Assim chegamos na morada e sorrindo saimos do carro.

Encerrado. Cool

_________________
" Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade".
Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. "



avatar
Erick Blake
Vampiros Azuis
Vampiros Azuis

Mensagens : 512
Data de inscrição : 25/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por David B. Dorris em Seg Abr 09, 2012 11:24 am


Tulsa 7:38 Pm

Era noite de sexta feira, e uma forte tempestade castigava a cidade de Tulsa, as ruas estavam vazias apesar de ainda ser relativamente cedo, provavelmente devido a chuva. Alguns carros transitavam pelas ruas, mas víamos poucos humanos.

David andava sozinho pelas ruas das cidade, como sempre sua mente estava ocupada por flashes de seu passado, sempre lembrava da forma como perdeu seus pais, de forma tão precoce. Desorientado ele decide que iria para um local aonde sempre recepcionado, e tinha boas lembranças, a igreja.

Depois de alguns minutos caminhando ele encontra a igreja. Ela estava sendo iluminada por varias velas, que criavam uma grande fonte de luz, que fazia com que uma aura dourada fosse emanada do edifício. Devido as cores dos vidros da igreja, formava uma fusão de cores semelhantes a da aurora boreal.

David entra na igreja, o único objeto que não emitia cor, era seu sobretudo, que cobria sua blusa vermelho sangue e suas calças jeans. Ao caminhar seu sapato produzia um leve ruído que anunciava sua presença. Olhando para os lados, ele passa a mão esquerda em seu cabelo, esbarrando na haste de seus óculos escuro. O fato dele usar óculos a noite, o dava um traço misterioso.

O garoto se ajoelha perante o altar, e começa a refletir sobre seu passado, e a forma como seu presente caminhava. Tudo era um pouco assustador, e ele tentava afastar as pessoas com seu estilo "badboy" que não passava de mais uma forma de defesa a tudo que a vida o proporcionará. Buscando orientação ele fecha os olhos por alguns minutos, e murmura algumas palavras. Ele estava orando??

Algum tempo depois ele suspira e caminha até a saída da igreja, e sorri sarcasticamente. Aparentemente havia encontrado o que buscava, portanto não fazia porque continuar ali. Contudo ao chegar na saída algo faz com que ele não queira abandonar o local. Então o garoto fica escorado na porta, observando a paisagem e a movimentação.


avatar
David B. Dorris

Mensagens : 57
Data de inscrição : 06/04/2012

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por David B. Dorris em Qua Abr 11, 2012 9:53 am

Ira inabalável
Tulsa 20:30


David estava deitado no centro da igreja, sua cabeça doía de uma forma inimaginável. Por quanto tempo será que ele ficou inconsciente, e o que foi responsável por isso?? Eram perguntas que ele não podia responder, além de não conseguir deixar de pensar nisso.

Minutos depois ele se levanta, e resolve procurar alguém por ali, talvez alguém que tenha visto o que aconteceu naquele local, e pudesse conta-lo para que suas perguntas fossem solucionadas o mais rápido possível. Ele passa a mão esquerda por seus cabelos, um habito muito comum e começa a procurar por pessoas na igreja, andando desde o altar até a entrada.

Furioso constatou que nao havia mais ninguém ali, contudo, por algum motivo ele pensava em outras coisas, e por mais que tente esconder o que pensava, sua mente a tornava mais intensa. Então ele começa a falar:


-Por que eu me sinto assim?? Eu o ajudei mesmo contra meus interesses por ser meu amigo, não é isso que os homens fazem?? Entretanto, por que eu não para de pensar no que aconteceu. O que faz com que eu me sinta inconformado?? Por que eu não consigo ficar feliz por ele.??

Durante um surto de raiva, ele disfere um soco contra um dos vidros da janela, que explode em vários cacos de vidro, que por alguns milésimos refletiam a luz que era recebida de uma forma explendorosa e muito pouco comum, como uma explosão vista através dos cristais. Ele olha para a mão esquerda e percebe alguns cortes.

-Eu posso até me conformar com isso, mas como os cristais minhas atitudes nunca serão as mesmas, e como minha mão as feridas sempre estarão evidentes. E as cicatrizes permanecerão.

Após terminar de falar, ele se dirige até a porta, enquanto pensa para onde iria. David passa mão direita pelo cabelo, e sai da igreja, mergulhando na escuridão da noite.

#Encerrado
avatar
David B. Dorris

Mensagens : 57
Data de inscrição : 06/04/2012

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Igreja - Povo da Fé

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum