The Old Dungeon

Ir em baixo

The Old Dungeon

Mensagem por House of Night em Seg Out 15, 2012 1:13 pm

A velha masmorra da Ilha de Skye já recebeu centenas de prisioneiros, a maioria guerreiros desertores e alguns vampiros e vampiras que trouxeram perigo para a comunidade vampírica e para o mundo.
As paredes, teto e chão são feitas de pedra e a maioria das celas não possui janelas, impedindo a entrada de luz ou a visão da lua.....

A prisão localiza-se no terceiro nível do subsolo do castelo de Sgiach.
Para chegar a este nível, um labirinto de corredores mal iluminados e portas deve ser cruzado. A maioria dos guerreiros nem mesmo sabe a localização exata desta masmorra, e fugir não é uma opção viável. Muitos prisioneiros que tentaram fugir inclusive morreram ou se suicidaram procurando em vão o caminho da saída......dizem ainda que as almas deles assombram a prisão até hoje.....


_________________

avatar
House of Night

Mensagens : 212
Data de inscrição : 24/02/2011

Ver perfil do usuário http://houseofnight-hon-rpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A nova prisioneira.....

Mensagem por Narrador em Seg Out 15, 2012 2:47 pm

Elena Mallaby saiu da Morada de Noite de Tulsa escoltada até o aeroporto da cidade, de onde embarcou com destino a Escócia. Voo sem escalas em um avião particular.

Depois de chegarem ao país, já de dia, Elena, os três outros vampiros e mais alguns guerreiros seguiram em comboio de carro até a Ilha de Skye. Durante toda a viagem, Elena permaneceu em silêncio imersa em seus próprios pensamentos. Não parecia assustada ou nem mesmo triste. Sua expressão era séria. As vezes olhava a flor que segurava....

Lord Merrick e Lyonel trocavam algumas palavras entre si mas não com ela. E a Alta Conselheira, Lissa, que havia murmurado um Boa Sorte para Elena antes de saírem de Tulsa, de vez em quando lançava um olhar para a Ex-sacerdotisa. Se era pena ou curiosidade, ninguém saberia afirmar.

Uma vez na Ilha de Skye, Elena foi levada à presença da rainha Sgiach. Ela fitou e estudou Elena por uns instantes até se pronunciar....

- Então é verdade....a sua marca negra....interessante.... – ela aproximou-se da nova vampira e murmurou sarcástica – Aqui nenhum guerreiro cairá em seus encantos....... – Ela já sabia da carimbagem com Vane Hunter e da nova carimbagem com o vermelho que havia estado lá...

Elena a fitava sem expressão em um auto controle admirável. E sem abaixar a cabeça.

Se afastou um pouco e trocou um olhar com Seoras e deu um sorriso curto dando a ordem – Levem a para as masmorras. – E virando-se para Elena disse: - Ex-sacerdotisa Elena Mallaby, tenho certeza que desfrutará do conforto de seus novos aposentos.....

Em instantes, Seoras aproximou-se colocando uma venda nos olhos da vampira negra. Os dois e mais uma dúzia de guerreiros deixaram o recinto e seguiram pelo labirinto até chegar as masmorras.

O ar ficava mais pesado e algumas tochas iluminavam o caminho. Uma vez lá dentro, retiraram a venda de Elena e indicaram uma cela, onde a mesma entrou.
Seoras então trancou as grades com pesadas correntes e cadeados.
Não disse nenhuma palavra à vampira, apenas acenou com a cabeça em uma quase reverência e saiu de vista.

A cela era bem diferente de seu último quarto, em um espaço de 3x3 havia uma colchão um pouco surrado com um travesseiro em igual estado. Esta cela, como todas as outras, tinha um bloqueio contra o uso de feitiços e demais magias.

Havia uma mesa e uma cadeira, com alguns papéis em branco. O teto era bastante alto, onde o pé direito tinha no mínimo 6 metros. Tudo era feito de pedra sem nenhuma decoração, mas havia uma minúscula janela no lado oposto da porta, onde por sorte entraria alguma luz natural. Duas tochas uma em cada lado iluminavam a cela, em algo bem rústico.

Na parte direita havia uma pequena divisória, onde estavam um lavabo, uma pia e um chuveiro não elétrico de onde saia apenas água fria.
Esta cela com a minúscula janela e o banheiro diminuto era a melhor cela de toda a prisão, e Elena só foi colocada lá pela consideração que Sgiach tinha por Victória Redbird.

Lá dentro e sozinha, Elena colocou sua flor em cima da mesa, deu um suspiro longo e sentou-se na quase cama, deitando-se em seguida, sentindo-se cansada. Colocou as mãos no rosto.....e fez uma prece a Nyx para que pelo menos Freaks não tivesse que passar nem pelo 1/3 daquilo tudo........até o sono a consumir....
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Blood & Darkness

Mensagem por Elena Mallaby em Seg Dez 03, 2012 7:37 pm

Algumas horas se passaram desde que eu adormeci naquela cama.
Abri os olhos e por um instante eu não sabia se já era noite......
Levantei-me, caminhei em círculos enquanto milhões de pensamentos circulavam a minha cabeça. Mas algo me incomodava, uma angústia....

- Mãe......clareie meus pensamentos...por favor..... – ensaiava algumas palavras à deusa. Toda aquela situação era horrível, e aquelas paredes frias de pedra pareciam até um bloqueio à própria deusa e seu amor......mas por dentro eu sabia, eu sabia que ela podia estar onde quisesse...inclusive ali.

E como um estalo eu soube o que estava acontecendo. Minha cabeça latejou por um instante e quando me vi já estava de joelhos no chão com as mãos na cabeça, fazendo uma careta de dor. A minha mente que por um momento tinha clareado foi preenchida com uma escuridão....e sangue...sangue? O.O

Não sei quanto tempo se passou, mas aquela angústia, escuridão e dor me consumiam. Eu fechava e abria os olhos rapidamente e o sua imagem quase se materializava em minha frente.... Freaks......
Até que todo aquele tormento de repente sumiu. Levantei-me do chão e eu sabia o que tinha acontecido. O vermelho havia virado adulto...o meu vermelho....

Dei um sorriso bobo para as paredes, no mesmo instante em que um guerreiro abria uma fresta na grade e empurrava uma bandeja um tanto curiosa com uma comida meio singular.
Minha última refeição...bem....tinha sido o sangue de Freaks. E além de todas as maravilhosas sensações que eu senti ao bebê-lo, o sangue me revigorou de uma forma muito intensa. Eu tinha viajado, passado horas ali e ainda me sentia forte. Mas estava na hora de me alimentar novamente.

Cutuquei a gororoba com o garfo e não precisava nem chegar muito perto para sentir o cheiro. Talvez o cheiro nem estivesse tão ruim, mas o meu olfato recusava com todas as forças aquela coisa amorfa. Mas provei assim mesmo, e fui engolindo rapidamente para não prolongar aquele momento.

Foi colocar pra dentro e perceber que havia algo errado. Senti imediatamente uma dor intensa e no segundo depois estava eu colocando tudo pra fora. Era impossível manter aquela comida humana dentro de mim.....

Lavei a boca e olhei novamente para a bandeja. Ainda havia um copo com um sangue de cheiro estranho que seria o salvador da pátria. O tomei rapidamente e ainda que o gosto fosse o pior possível, dessa vez eu não coloquei pra fora.


_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Domenic

Mensagem por Narrador em Qua Dez 05, 2012 12:48 pm

Parte 1

Alguns dias se passaram e a recém-transformada Elena continuava na prisão.
Diariamente, 2x por dia, um guerreiro ia até sua cela e colocava uma bandeja para que se alimentasse. Ela sempre bebia o sangue; e a comida, bem, a comida ficava intocada.
Ela não tinha direito a sair de sua cela e por vezes ficava nas pontas dos pés para conseguir ver algum vislumbre da lua através da diminuta janela.

Uma noite, Elena encontrava-se sentada em sua cama de olhos fechados, fazendo uma prece provavelmente à deusa, quando um guerreiro se aproximou de sua cela e abriu ruidosamente o cadeado. Abriu a cela e entrou no recinto encarando com curiosidade a moça.
Elena, interrompida, levantou-se rapidamente de sua cama e posicionou-se na frente do guerreiro, o encarando também.
Domenic então começou a andar em volta dela como se a tivesse estudando. E murmurava coisas inteligíveis.

Elena mantinha-se ereta e com o semblante sério, sem mover um músculo do corpo, mesmo quando o guerreiro tocou seu ombro e seu cabelo.
O silêncio foi interrompido com a voz grave de Domenic que se posicionava na frente dela mais uma vez:
- Ex-sacerdotisa Elena Mallaby........seu nome tem sido ouvido pelo mundo afora....- deu um sorriso malicioso – Há muitos boatos sobre o que fez....e talvez sobre o que possa fazer.....vampira negra....
- O que queres, guerreiro? – Perguntou a vampira sem tirar os olhos dele.
Ele soltou uma gargalhada estranha e se aproximou dela segurando seu pescoço com uma das mãos – Sabe, sou um pouco cético, tive que vir conferir com os meus próprios olhos a sua marca negra....e o que a faz diferente dos demais.... – e a mão que estava no pescoço dela rapidamente se deslocou pra trás, onde ele segurou com força os cabelos dela, puxando a cabeça para trás.
Elena mordeu o lábio reprimindo um grito e tentou reagir sem grande êxito. Ela era bem mais forte do que quando ainda era caloura, mas dessa vez o máximo que conseguiu foi arranhar a face do guerreiro.

No instante seguinte ele a jogou no chão, soltando seus cabelos. Ela se protegeu com os braços para não bater a cara no chão, enquanto ele sorrindo dizia – Quer gritar? Então grite Elena! Ninguém escutará seus gritos....nem mesmo a deusa a qual você virou as costas! Bruxa maldita! – e a chutou algumas vezes em diversas partes do seu corpo.
Elena se encolhia no chão, com raiva, suportando a dor física quanto podia, segurando as lágrimas para não dar esse prazer ao seu agressor.
Por um instante ele parou de chutá-la e foi ai que ela rolou para o lado oposto e se levantou com raiva.

- Você não sabe o que diz! –Berrou – Eu não virei as costas para a deusa, Ela sabe que não! Você nem sabe a verdade... – e antes que falasse mais alguma coisa, Domenic avançou rapidamente contra ela e lhe deu um tapa no rosto, arrancando sangue de seus lábios – Mentirosa!
E ao tentar esbofeteá-la novamente, dessa vez Elena se esquivou rapidamente. Domenic a olhou com mais ódio e a encurralou contra uma parede, forçando seu corpo enorme contra o dela, sem deixar que ela se movesse. – Acho que vou ter que deixar as coisas mais interessantes...... – e rapidamente a puxou e a jogou novamente no chão.
Dessa vez Elena bateu a cabeça e mais sangue começou a jorrar....
- Você não vai a lugar algum, bruxa!
Domenic saiu da cela, trancando-a novamente.

To be continued.....
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Elena Mallaby em Qua Dez 05, 2012 3:02 pm

Quando eu ouvi o barulho do cadeado e os passos pesados sumindo, foi que eu tive coragem de abrir os olhos.
Levantei-me do chão apoiando-me na parede. No chão, uma poça de sangue, do meu sangue.
- Mãe... – murmurei como se pedisse ajuda divina.

Meu corpo dolorido de tantas pancadas e o sangue das feridas não chegava nem perto da raiva que eu sentia por dentro. Durante aqueles intermináveis minutos apanhando daquele guerreiro brutamonte, apenas um nome vinha a minha mente: Erick Blake.
O culpado de tudo isso era ele, aquele maldito que uma vez eu ousei confiar....eu ousei muito mais do que isso aliás....
Arrastei-me até aquilo que era meu banheiro e enquanto lavava meu machucado da cabeça, tentava me acalmar.
Daqui de dentro eu não podia fazer nada, mas alguém que nunca me decepcionou podia fazer algo pra me vingar.
E eu realmente esperava que o fizesse.

Que Nyx me perdoasse por tais pensamentos ruins na cabeça.
Pensamentos estes que rondavam a minha mente em uma frequência que até me assustava seja lá porque....mas justiça deveria ser feita......

E ao fechar a torneira eu ouvi o maldito barulho do cadeado de novo. - Droga.
Me virei para encarar a cela sendo aberta e o mesmo guerreiro adentrando o mesmo espaço.
Ele trazia aquele sorriso horripilante, e em suas mãos, correntes.
Meus olhos foram de suas mãos até seu rosto. E o encarei com raiva.


_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Domenic 2

Mensagem por Narrador em Qui Dez 06, 2012 11:29 am

Parte 2


Algum tempo depois Domenic voltou à cela onde estava a vampira negra.
Assim que entrou, ela lançava um olhar raivoso enquanto ele parecia estar se divertindo com aquela cena.
Ele deu alguns passos até ela que mantinha-se ereta como podia.
- Não cansou ainda? Você está cometendo um grande erro.... – disse a vampira com raiva enquanto ele se aproximava.

Em um movimento rápido, lá estava sua mão enorme segurando os cabelos da moça, que acabou sendo arrastada para o outro lado da pequena cela enquanto se debatia tentando se livrar dele.
- Eu apenas comecei...Elena. – E ela mesmo toda dolorida, tentava o chutar e esperneava enquanto ele prendia as correntes em seus pulsos, para depois as prender em pequenos ganchos que estavam na parede de pedra.
Ela o xingava com todas as palavras baixas que sabia enquanto ele apenas sorria observando-a se debater, já presa.

- Sabe Elena..... – e chegou mais perto ajeitando uma mecha do cabelo dela –Muitos aqui sabem que você era a vadiazinha do Vane Hunter e que se deitava com ele nas costas da sua própria sacerdotisa.....que coisa mais feia....
E foi interrompido com ela gritando: - Limpe essa boca antes de falar de Hunter e de Victória! Você não sabe de nada, seu idiota!
Ele a fitava e segurando seu pescoço com força disse sorrindo: - Seu passado te envergonha, meretriz? Com quantos guerreiros mais se deitou?
Elena com raiva respirava ruidosamente, com a raiva crescendo dentro dela... – Eu........
O guerreiro soltou então seu pescoço e a fitou de cima a baixo: - O que seu adorado Hunter viu em você? – E num movimento rápido rasgou a túnica dela, revelando sua nudez.

Elena quase entrou em pânico com tamanha humilhação. Ele a fitou de cima a baixo novamente.... – É...você é um pouquinho magra mas deve servir para alguma coisa.... – e avançou sobre ela a encostando na parede.
- Você vai se arrepender disso! Por Nyx! Segue o seu caminho guerreiro e me deixe apodrecer aqui dentro! – gritava Elena segurando o choro.

Domenic começou a beijar seu pescoço enquanto a vampira se debatia. As mãos dele começaram a descer mas ele parou ao ver o medalhão que ela trazia pendurado entre seus seios. Era o seu medalhão de guardiã.
- Ora ora, o que é este símbolo Elena?

Elena respondeu chorosa - Victória me entregou este medalhão antes de...... – e foi interrompida.
- Deve valer alguma coisa então....deve valer muita mais que você. – e segurou o medalhão com a mão direita. E ao puxar para romper a corrente, algo inesperado aconteceu.

O medalhão mudou sua temperatura instantaneamente, e o metal do medalhão queimou seriamente a mão do guerreiro que deu um pulo para trás o soltando.
Ele urrou e berrou : - O que você fez, bruxa?
O medalhão já havia voltado a temperatura normal e estava com Elena. O guerreiro olhava com pavor a sua mão queimada.
Elena parecia igualmente surpresa, mas não disse nada.

Aproximou-se dela e num movimento com a outra mão, soltou as correntes dos ganchos da parede. Elena desmoronou no chão.
Ele a chutou mais uma vez. – Sua cadela imunda! Você vai pagar por isso aqui, nem que seja a última coisa que eu faça!
Domenic saiu da cela com raiva, trancando-a.
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

This is not my end.....

Mensagem por Elena Mallaby em Qui Dez 06, 2012 11:48 am

No chão e já sozinha na cela, eu não segurei as lágrimas enquanto me livrava das correntes dos meus pulsos.
Eu não sabia o que eu sentia neste momento. Ódio, vergonha, humilhação....

Com algum esforço fui até o meu pequeno banheiro, para tomar um banho. Retirei o que tinha restado da minha túnica.
Eu nem me importei com a água fria nos meus machucados. Eu só queria desaparecer.
Com essa dieta com um mínimo de sangue todos os dias, seria mais difícil eu me recuperar, mas um dia eu ia ficar boa novamente.

Vesti uma túnica surrada de um tecido ruim que havia sido deixada dobrada em um canto.
O medalhão havia me protegido de alguma forma. Talvez tivesse sido Nyx.
Deitei-me na cama e fiquei imóvel por não sei quanto tempo. Minha cabeça girava, meu corpo doía...e por um instante deixei a raiva ir embora e pensei em Freaks, que talvez fosse uma das poucas coisas boas que tinha me acontecido.

_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Narrador em Qui Dez 06, 2012 12:08 pm

O choro de Elena podia ser ouvido por toda a prisão imunda e fétida. A noite era fria e quando Dominic trancou a cela deu passos vagos de um lado para o outro olhando fixamente para a própria mão. A marca do medalhão estampada, como uma tatuagem maldita e que o condenaria a morte.

Passos ritmados cruzavam os corredores, mais de duas pessoas, se dirigiam a cela mais popular naquele local... A da Ex-Sacerdotisa.

- O que você fez?- Os olhos do líder da guarda mostravam raiva absurda para com o guerreiro- Ele é prisioneira, não um saco de pancadas seu inútil.

Um soco na boca, dois, três, uma sequência de golpes ia punindo o agressor de Elena que foi amarrado a correntes e pendurado pelo calcanhar direito.

- Sua punição virá depois...... pode esperar... por enquanto...

O líder abriu a cela de Elena e a acordou com um carinho acima do normal, torcendo o rosto ao ver as feridas. Quando notou os olhos de Elena abertos, mesmo que apenas semicerrados sussurrou:

- Me siga senhorita Mallaby.

O Guerreiro deu suporte para que a mulher se apoiasse e assim que estavam prontos seguiram, para a alegria de Elena, nunca mais voltar. A lua iluminava os corredores que agora demonstravam luxo. Uma arquitetura do século XIV, lindas pinturas e detalhes em ouro contornando as imagens que pareciam sair das molduras de massa. Um corredor longo dava acesso a porta principal de um quarto, o quarto onde Elena encontraria sua liberdade, sua salvação, sua vida.

- Seja bem vinda Elena Mallaby, precisamos conversar sobre algumas coisas antes de eu te dar as noticias que lhe agradarão.

Thanatos a recebeu com seriedade, porém, com certa felicidade na face. Imponente, trajava vestes negras com detalhes em prata que lhe desciam os braços e abdômen, um vestido realmente belo. Os cabelos caindo pelos ombros e maquiagem pesada em torno dos olhos azuis escuros. Com um aceno os guerreiros se retiraram e A anciã acenou para a cama, onde Elena sentaria em um colchão de verdade após tanto tempo.
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Reencontrando a velha bruxa

Mensagem por Elena Mallaby em Qui Dez 06, 2012 12:35 pm

Algum tempo depois, quando o sono já tinha me consumido minha cela foi aberta novamente.
Antes que eu abrisse os olhos totalmente, um guerreiro se aproximou de mim. Eu o olhei um pouco assustada – o último que tinha entrado ali não tinha sido lá tão amigável.
Mas pelos seus olhos eu pude notar que suas intenções eram outras. E por suas vestes vi que devia ser de uma patente superior, se não fosse o próprio líder da guarda.

Ele ajudou-me a me levantar e disse-lhe que o seguisse. Minha intuição disse para acompanhá-lo, e assim o fiz, deixando para trás aquela horrenda cela.
Passamos pelos corredores da masmorra, subimos os níveis até chegarmos a outro nível. Grandes vitrais deixavam a luz da lua entrar. Eu até esbocei um sorriso.

Os corredores eram belamente decorados, e lentamente, seguimos até uma porta. Eu entrei no recinto e quase cai pra trás.
Lá estava Thánatos, a bruxa velha maldita, toda elegante. Enquanto eu vestia um trapo velho e parecia uma mendiga.
- Seja bem vinda Elena Mallaby, precisamos conversar sobre algumas coisas antes de eu te dar as noticias que lhe agradarão. – disse ela.

Ela parecia quase sorrir. A olhei um pouco incrédula não entendendo mais nada. A bruva velha me poe naquela prisão sem nem piscar e agora me aparece toda simpática. O.o

Ela acenou para uma cama. Eu me arrastei até lá, sentando-me e sentindo um alívio momentâneo.
A fitei por uns segundos sem dizer nada. E disse séria: - Thánatos, o que tens pra me dizer?

_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Narrador em Qui Dez 06, 2012 3:02 pm

Thanatos apanhou uma taça e preencheu a mesma com sangue fresco, entreegando posteriormente para Elena. Enquanto a garota se deliciava com sangue novo Thanatos sentou sobre a cama a olhando séria e começou:

- Elena Mallaby, fui informada por um amigo que partiu, que os crimes que foi acusada não foram cometidos por você e nem por ninguém. Era algo totalmente fora do meu conhecimento e que deve ter sido guardado a muitos séculos.... Eu dei passagem para esse amigo e ele quer te explicar umas coisinhas.

A cabeça da mulher tombou para a frente e deu um tranco, mudando a postura corporal e a voz se confundindo com uma já ouvida por Elena a tempos atras.

- Essa porcaria de corpo velho.... Thanatos minha querida, você tem que ir pra acadêmia de vez em quando. - Os lhos voltaram para Elena e ela conseguiu identificar a pessoa como Alexander, tio de Erick, que fez uma reverência e sussurrou- Tenho que ser rápido mocinha, isso não costuma acontecer com vampiras velhas, mas tenho meus métodos. Se ique você esta com raiva do meu sobrinho idiota.. mas você não entende os motivos das ações dele.

Um sorriso estava estampado no rosto sombrio e Elena sentia a presença espiritual que ele costumava ter, agora mais potencializada por causa de Thanatos... Como Elena reagiria a isso?
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A velha possuída

Mensagem por Elena Mallaby em Qui Dez 06, 2012 3:38 pm

A vampira me entregou uma taça de sangue a qual fui bebendo sem nenhuma cerimônia. Eu parecia uma morta de fome na verdade....

- Elena Mallaby, fui informada por um amigo que partiu, que os crimes que foi acusada não foram cometidos por você e nem por ninguém. Era algo totalmente fora do meu conhecimento e que deve ter
sido guardado a muitos séculos.... Eu dei passagem para esse amigo e ele quer te explicar umas coisinhas.


Ao escutar aquilo eu parei de beber imediatamente e olhei pra ela quase não acreditando. – Como é que é? – disse subindo um pouco o tom.

E do nada a velha bruxa deu um tranco pra frente e eu a olhei um tanto incrédula me levantando da cama e olhando para ela.
Imediatamente senti uma presença estranha e no instante seguinte ouvi uma voz conhecida.
- Essa porcaria de corpo velho.... Thanatos minha querida, você tem que ir pra acadêmia de vez em quando.

Meu queixo caiu no momento seguinte – Alexander.....mas que diabos.....

- Tenho que ser rápido mocinha, isso não costuma acontecer com vampiras velhas, mas tenho meus métodos. Se ique você esta com raiva do meu sobrinho idiota.. mas você não entende os motivos das ações dele.

- Raiva? Eu quero que seu sobrinho morra! Ele não tem noção do que eu passei aqui dentro.

E agora com sangue no corpo, um pouco mais revigorada, a minha voz ficou até mais forte.
- Motivos? Eu não quero saber dos motivos dele!Ele é um idiota, um completo idiota! Talvez isso seja de família!


_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Narrador em Qui Dez 06, 2012 4:15 pm

As mãos de Thanatos balançaram no ar indicando que Elena ficasse quieta.

- Não fale asneiras menina, vou te falar uma coisa que talvez te faça entender um pingo do que aquele idiota fez por uma mulher como você. Naquela noite que meu sobrinho te transformou, na noite em que você o amaldiçoou, vocês completariam um ano que deram o primeiro beijo de vocês.

A figura notou na face de Elena que ela falaria algo mas não deu tempo de resposta e continuou:

- Antes que fale algo, vou te contar uma história. Em 1.363 depois de cristo, a maioria dos povos tinham culturas pagãs, acreditavam em Deuses váriados mas.... Nyx e Érebo sempre foram os mais temidos pela noite ocultar as visões da maioria. No entanto, mesmo isso acontecendo, uma grande rivalidade entre os culturadores começou a crescer. Os guerreiros se diziam melhores por terem mais força e habilidade em luta, os seguidores de Nyx porém, tinham o dom da magia. Para resolver esse embate resolveram fazer uma disputa e quem vencesse iria servir ao outro sem reclamações. O tempo passou e o torneio se iniciou brutal para os filhos da Deusa, pois eram devastados pelos golpes dos guerreiros que ganhavam com vantagem o embate que decidiria o fim de tudo... isso até William Blake.

Thanatos se sentou e tocava a mesa com o indicador impaciente.

- Blake era o último guerreiro e quando estava para morrer fechou os olhos e pediu a Nyx proteção. A Deusa, enfurecida co mo que haviam feito, quebrou todos os protocolos e lhe deu.. a imortalidade. - Os olhos de Alexander, penetrantes, fixaram-se em Elena e ela entendeu que mesmo sendo o corpo de Thanatos ainda era a alma que determinava tudo- Bem, pelo menos o dom de morrer mais lentamente. Resumindo.. William matou todos os adversários e deu a Nyx a vitória e desde então, todos os guerreiros defendem as moradas, mas existem controvérsias sabe....

O Corpo se ergueu e sentou ao lado de Elena.

- Mas o que importa vem agora. Ao proteger o nome de Nyx William foi abençoado com 3 pedidos diretos para a Deusa, colocado ao seu lado como um filho, assim como as sacerdotisas e o rapaz ficou feliz e sentiu-se poderoso por isso. Casou-se com a primeira sacerdotisa que encontrou e que amou, mas a desgraça logo o alcançou. Um ano após o primeiro beijo dos dois a mulher foi brutalmente assassinada enquanto ele fazia uma viagem longa a outro vilarejo, tendo destruída sua família inteira. Frustrado ele foi até Nyx e questionou o por que daquilo, ele tinha sido fiel e ela tirou o que ele tinha de mais precioso... Ela disse que ambos eram filhos dela, doía fazer aquilo, mas não era aceito a união dos dois. Desde então, Blakes e Sacerdotisas não podem ficar juntos.. é uma maldição da familia. Eu precisei perder duas mulheres lindas e apaixonantes, por covardia, por não fazer o que eu podia fazer.

- Quando contei ao Erick ele fez as contas e descobriu que aquele dia que te perdeu completaria um ano do primeiro beijo e você iria morrer, mas não só morrer.. morreria sendo caloura e seria consumida pelas trevas que te esperavam. O garoto usou dois dos cinco pedidos que ele tinha apenas pedindo que você se transformasse mais cedo e que não morresse na transformação e sabe por que Elena?

A face de Thanatos ficou mais séria do que nunca. Alex sabia que a sombra tomava a face quando pronunciava aquelas palavras.

- Ele queria que você pudesse sentir o calor do sol, o balanço do ar, a brisa matinal e noturna, o frio aconchegante que só a noite pode te trazer, ele arriscou a vida dele para que não se tornasse uma vermelha incapaz de sentir raiva sem quebrar os laços com a humanidade.... Ele, diferente de mim, estava disposto a morrer para que você ficasse viva.

Eram muitas informações, mas Elena não teria outra oportunidade de saber disso.

- Bem, quando usou o dom você se transformou e por enganar a morte ganhou essa marca negra, a junção de azul, vermelho e morte, é como uma segunda chance de viver. Eu não faria oque ele fez... dois pedidos diretos a Nyx é algo muito bom e raro, mas como eu disse.. ele é um idiota. Aliás, nem quando ele soube que depois de ter arriscado sofrer as punições de nyx e encarado seu ódio para a ver viva você o trocou em menos de horas e ainda por cima se marcou dizendo que o odiava com todas as forças... o garoto foi forte de aguentar isso, sabe, é barra dar a vida pra alguém e ela se agarrar com outro toda feliz, mas ele fez isso sem esperar que você retribuísse.. como eu disse.... idiota, eu seria bem mais egoísta e a deixaria morrer..

O Corpo se ergueu e Alex sorriu uma última vez:

- Aliás, ele abdicou do que o fazia mais feliz, você...- olhou para o chão- ele não sabe que contei tudo a você e talvez não deveria, como não é mais sacerdotisa poderão vir a ficar juntos sem problemas mas... ele irá te evitar para manter sua segurança, dependerá de você contar a ele... ou deixa-lo partir.

Alex acenou e falou que Thanatos sabia da história e qualquer dúvida poderia ser tirada com ela, mas antes, tocou a marca de Elena com o indicador e sussurrou:

- A Deusa mandou te dar isso....

( Elena tem um novo dom que será mostrado em outros post's..quando for necessário.)

Assim, o corpo se flexionou e caiu sobre a cama, com a velha levantando logo depois descabelada e mostrando cansaço.
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A revelation.....a resolution.....

Mensagem por Elena Mallaby em Dom Dez 09, 2012 6:34 pm

Ele começou a falar algo sobre a noite em que eu e Blake tivemos uma discussão. Eu arregalei os olhos quando ele disse que faria 1 ano em que nos havíamos nos beijado. Realmente, eu nunca fui muito ligada nesses detalhes...mas enfim...ele não deixou que eu falasse nada e continuo relatando uma história sobre Nyx e Érebo.

Eu escutava com atenção imaginando onde que Erick se encaixava....minha sobrancelha esquerda levantava a cada parte da história...

- Imortalidade?! – Indaguei totalmente surpresa por Nyx ter dado isso a um Blake.
Nessa hora eu até voltei a sentar na cama. Alexander/Thanatos me fitava e eu não desviava. Ele/ela se aproximou e sentou-se perto de mim.

E ele continuou relatando a parte em que William Blake casara-se com uma sacerdotisa....que morrera. Era uma maldição. E antes dele continuar a contar o resto, as coisas começaram a fazer sentido na minha cabeça. – O Erick.... – abri minha boca, um tanto surpresa.
Erick por ser da mesma família carregava a maldição...e pediu para Nyx que minha transformação ocorresse mais cedo... – Não......ele não podia..... – mas fui interrompida...

- Ele queria que você pudesse sentir o calor do sol, o balanço do ar, a brisa matinal e noturna, o frio aconchegante que só a noite pode te trazer, ele arriscou a vida dele para que não se tornasse uma vermelha incapaz de sentir raiva sem quebrar os laços com a humanidade.... Ele, diferente de mim, estava disposto a morrer para que você ficasse viva.

E Alex chamou Erick de idiota um punhado de vezes enquanto eu balançava a minha cabeça não querendo acreditar naquela história toda.
Alex esboçou algo que parecia um sorriso...
- Aliás, ele abdicou do que o fazia mais feliz, você....Ele não sabe que contei tudo a você e talvez não deveria, como não é mais sacerdotisa poderão vir a ficar juntos sem problemas mas... ele irá te evitar para manter sua segurança, dependerá de você contar a ele... ou deixa-lo partir.

Ele disse que Thátanos estava a par da história e antes de sumir, tocou minha testa sussurando: - A Deusa mandou te dar isso.... – E senti uma onda de energia atingindo meu corpo.
E no instante seguinte ele desaparecia, e Thanatos levantava-se.

Pisquei algumas vezes tentando processar aquela história.
Maldição. Imortalidade. Morte. Transformação. Pedidos. Deusa.

Eu de surpresa passei para tensa. Levantei-me da cama inquieta.
– Como assim Erick fez tudo isso? E que história maluca é essa? Como Nyx pode atendê-lo assim? Você acha isso justo Thánatos? – perguntei assim que a vampira voltou a si.

Esperei que ela desse alguma explicação para continuar...
- Desde quando você sabia disso? – Olhei em um tom quase ameaçador – Aposto que me mandou para esse inferno rindo da minha cara...... – E eu comecei a ficar ofegante novamente.

_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Narrador em Dom Dez 09, 2012 10:32 pm

Thanatos ia se erguendo aos poucos com o cabel odesgrenhado e fora de lugar. Mostrava dor na face e sibilou um "merda" bem baixinho antes de ficar novamente de pé e em postura digna. A pergunta de Elena a acertou com certo impacto e Thanatos apenas respondeu calmamente sentando-se em outra poltrona:

- Não Elena, eu não sabia disso até o dia de ontem, que foi quando Alex me conto ua verdade... não tenho motivos para prejudica-la. - Tomou fôlego- Pelo que eu soube quando Alex contou sobre a maldição Erick correu atras das datas e quando descobriu que estava perto do dia ele correu atrás do que estava a altura dele. Mas magia... especialmente profanas, custa caro para quem executa... Erick poderia morrer para que você vivesse e ele insistiu nisso. Não sei o quanto isso é justo Elena... e nem sei o quanto isso foi louco, mas a verdade é que eu sabia pouco dos Blakes e nunca imaginei que um deles seria "menos" egoísta. Realmente isso me surpreendeu... quero encontrar com o Senhor Blake para ver do que ele é realmente capaz.

Thanatos ficou de pé novamente o mais digno que conseguiu e sibilou:

- Você esta livre, no armário tem algumas peças de roupa e acessórios que pode querer usar na sua volta para Tulsa. Desculpe pelo inconveniente e... tenha um bom retorno para casa Elena Mallaby.

A vampira a olhava de cima a baixo e parou nos olhos esperando uma resposta antes de se retirar.
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

What the hell.....

Mensagem por Elena Mallaby em Seg Dez 10, 2012 12:27 pm

Thánatos disse que não sabia de nada antes....Eu apenas a fitava tentando acreditar que ela falava a verdade. Ela ficou de pé e disse que eu finalmente estava livre.
Abaixei os olhos lentamente controlando a raiva que começava a insurgir.
- “Livre” ! Simples assim...... – E voltei a olhá-la – Eu posso não ser grande coisa...mas nada disso podia ter acontecido!

- Sabe Thánatos, essa história dos Blake...do Erick ter feito essas coisas...por um momento eu senti uma luz boa dentro de mim. As pessoas costumam me julgar mal e ai vem ele e faz isso...para me “salvar”....por me amar.... – e perdi as palavras.....

- Mas que amor é esse? Como Nyx e o Erick puderam me tirar a coisa mais importante? O meu direito de escolha....a minha liberdade....o meu livre-arbítrio? - voltei a dizer com raiva.

- Se era para eu morrer, que eu morresse! Esse era o meu caminho......se eu fosse renascer como vermelha, que eu renascesse e escolhesse se queria abraçar de vez a escuridão ou lutar pela minha humanidade......Mas o Blake me tirou essa escolha... – meus olhos verdes ficaram rubros por um momento.

– E como Nyx pode atender a um pedido dele? O que os Blake tem de tão especial? Não é justo....eu fui ensinada que Nyx é uma deusa bondosa, justa que ama seus filhos por igual.....como ela pode favorecer a uns desse jeito? E controlar meu destino sem respeitar meu livre-arbítrio? Essa não é a deusa que Victória me ensinou a seguir! Essa não é a deusa que eu estava disposta a abrir mão da minha vida pessoal e me dedicar por inteiro a servi-la.....

Ainda olhava Thánatos – Você, o seu Conselho, Erick.....que se explodam! Vocês todos vão pagar...um dia! Assim que eu descobrir o que realmente eu sou........


_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Narrador em Seg Dez 10, 2012 12:38 pm

- Não posso tirar sua razão Elena. Nem sempre fica claro o por que alguns possuem mais do que outros, porém, se ele foi posto em seu caminho era por que deveria estar nele. Não foi controlada, não foi manipulada e..Nyx não decide destinos Criança.

Thanatos parecia ter tomado sua força vital novamente pois continuou agora imponente:

- Você vai bancar novamente a rebelde e se revoltar com o Mundo. Eu deveria ter raiva por existirem pessoas como Erick Blake, que se sacrificam por pessoas que não merecem. Victória estava errada em coloca-la como sua sucessora, já que não tem respeito pela Deusa e pelo seguimento que o destino se dá.

- Nyx não controla o tempo e nem o destino, por algum motivo Erick gostou de você e por algum motivo vocês se encontraram. Não me importo se vai se revoltar ou não Elena, apenas estou cumprindo o meu dever, libertando uma pessoa que não deveria estar presa. Tenha uma boa volta para casa.

Thanatos deu as costas e se retirou com passos certos e focados. Nesse instante, assim que bateu a porta, Victória apareceu ao canto do quarto olhando fixamente para Elena...que a notou.


Nível 1: Capacidade de ver espíritos.
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

mom ?

Mensagem por Elena Mallaby em Seg Dez 10, 2012 12:51 pm

Thanatos parecia ter recuperado sua força ao me responder. Eu apenas a escutava tentando controlar a minha raiva.
Essa bruxa velha estava começando a me irritar e antes que eu fizesse alguma bobabem, ela terminou com um “tenha uma boa volta para casa” e saiu daquele recinto, batendo a porta.

- Bruxa... – murmurei e ao mesmo tempo levei um susto. No canto estava ela....minha mentora....Victória. Eu pude sentir sua energia...então não era coisa da minha cabeça.

Dei alguns passos sem tirar os olhos dela...incapaz de falar alguma coisa.....apenas tive vontade de chorar....e as lágrimas desceram enquanto eu admirava aquela figura.......

_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Narrador em Seg Dez 10, 2012 1:06 pm

O olhar da mulher não se alterou e com um movimento de lábios um som familiar encontrou os ouvidos de Elena.

A voz suave, delicada, mas carregada do que parecia ser felicidade.

- Olá minha querida.....

Victória se ergueu e caminhou ao encontro de Elena a abraçando forte. Dava para sentir toda a vitalidade de seu espirito e a suavidade que tinha a sua pele.

Ela retirou parte do cabelo de Elena que cobria sua face e a olhou nos olhos, parecia feliz, de uma forma que nunca esteve quando viva.

- Precisamos conversar né....

O sorriso brilhou e Elena se sentiu mais confortada, iria conversar com sua mentora?




Nível 2: Comunicação por forma de fala, contato e sentimentos com espíritos.
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A little piece of heaven

Mensagem por Elena Mallaby em Seg Dez 10, 2012 3:30 pm

E ela falou comigo! Sua voz maravilhosamente familiar.
No momento seguinte Victória me abraçava. Aquele espírito....tão vivo...eu podia tocá-la, senti-la, como se ela nunca tivesse me deixado.... – Victória.....
Victória sempre estava na minha mente. E as vezes nos meus sonhos. Mas aquela era ela, o seu espírito......
Erick, Thánatos, maldição nenhuma me importava naquele momento mágico. Eu sorri por um momento.

Depois do tormento destes dias, eu tinha um momento de conforto.
- Eu sinto tanto a sua falta, mãe... – disse sem tirar os olhos dela como se eu não fosse uma adulta vamp negra, e voltasse a ser aquela caloura invocada......– parece que o mundo resolveu desmoronar 3x em cima da minha cabeça.....desde que você....desde que você partiu.....

_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Narrador em Seg Dez 10, 2012 3:44 pm

- Sei como se sente.... já me senti assim também.

Victória ficou a olhar para Elena e sentou-se na cama com ela:

- Minha querida.... Vi suas dúvidas e notei que Thanatos não conseguiu sacia-las. - Vic olhou para os lados e continuou- Acha mesmo que o que os blakes tem é uma coisa boa? Ser atendido em pedidos? Notou a maldição que eles carregam... é a mesma de ser uma sacerdotisa. Eu servi a Deusa e nunca a vi fazer diferença entre os filhos que possuí, mas alguns ela ajuda mais por saber que farão algo por alguém.

- Poucos sabem o quanto amei John, você é uma das únicas, e por causa desse cargo e da vida que levava fui obrigada a deixa-lo de lado para servir a Deusa e não reclamo... se não fosse isso não teria conhecido você, minha luz, você é a filha que eu não tive, por sua causa eu soube o que era ser mãe. Porém, minha bençao exigia que eu reprimisse meus sentimentos.

- Ninguém manipulou sua vida, ninguém pode fazer isso, Blake apenas implorou por uma segunda chance e...dom por dom, você pode agora contar com minha ajuda.... pois sempre estarei disposta a te ajudar e nem todos podem se comunicar com pessoas amadas que partiram. Entende isso?

Victória sorria para Elena explicando tudo com calma, mostrava para ela que a Deusa dava Dons para quem poderia ajudar pessoas, mas não as diferenciando e sim notando quem poderia ajudar mais aos outros.


avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Elena Mallaby em Seg Dez 10, 2012 4:29 pm

Eu escutava com atenção minha ex-mentora. Então ela estava todo o tempo lá presenciando aquela cena....e eu não a vi.....

Não queria interrompe-la. Por mim trocaria qualquer coisa por prolongar aquele momento....
Eu sorri uma vez mais ao ouvir o “minha luz” .
Aquela história do John....era triste demais...mas ela tinha feito a escolha dela e talvez um dia eu faria a mesma coisa. Mas tudo mudou...

- Entendo Victória. Eu entendo você. Mas isso tudo me deixou muito desgostosa e eu não quero concordar e não posso concordar com tudo isso.....Mãe, eu não pedi outro dom a deusa.....eu não sinto que vou ajudar ninguém... – e olhei pra baixo – eu...eu só queria ir pra casa.....retomar minha vida como adulta. - e puxei meu medalhão que estava escondido - e descobrir o significado disso......

_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Narrador em Seg Dez 10, 2012 6:21 pm

- Isso você vai descobrir com o tempo, Elena.

Victoria sorri para Elena apertandu sua mão e se levanta. Com dois passos leves a faz erguer e lhe da um forte abraço e ajeita o próprio rosto ao lado do de Elena, encostando os lábios em seu ouvido e sussurrando calmamente:

- A Deusa nunca nos dá o que não precisamos... você vai precisar disso mais pra frente filha, muitas coisas estão para acontecer, mas pense como sempre te ensinei a pensar e esqueça um pouco o seu orgulho e seu ego, já é grandinha para tomar suas decisões... eu te amo.

Aos poucos a presença de Victoria foi sumindo e o abraço foi ficando mais apertado até que...se foi. Elena poderá tomar um banho e voltar para Tulsa. Seus ferimentos estão curados após as conversas... parece que regenera mais rápido agora.


Novo Nível será despertado em algumas semanas.
avatar
Narrador
Moderador
Moderador

Mensagens : 145
Data de inscrição : 14/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tell the world...Im coming home....

Mensagem por Elena Mallaby em Seg Dez 10, 2012 7:28 pm

Victória segurou minha mão e me abraçou novamente.
Apenas fechei os olhos mentalizando o que ela havia me dito. Eu me sentia segura. Talvez não precisasse de Nyx, mas eu precisava dela, Victória....
E quando abri os olhos alguns instantes depois, ela havia ido....e me sentia revigorada. Os meus machucados....eles haviam sumido. Victória era um espírito...mas conseguira usar seu dom e curar-me.

Olhei uma ou duas vezes em todo o recinto para ver se ela voltava. Mas não voltou.
Era tempo de voltar pra casa.
Então apressei-me para tomar um banho. Um banho realmente quente depois de semanas tomando banho naquela água gélida da prisão.

“Minhas decisões...” – Victória ensinara-me a tomar as minhas decisões e arcar com as consequências. Eu já fugira uma vez, aprendi a não fugir mais.
Minha vida tinha se transformado novamente. Eu tomaria outro rumo. Ainda que Victória não me apoiasse, ela entenderia. Era meu livre-arbítrio que ninguém tomaria de volta.
Vesti-me com alguma roupa do armário e olhei uma última vez para o recinto. Já não estava mais com aquela aparência de mendiga desnutrida.

Abri a porta e de fora o mesmo guerreiro que me levara até lá, me aguardava. Ele me acompanhou até a saída da ilha. Não falei com mais ninguém, nem mesmo com Sgiach (na verdade era a última pessoa que eu queria encontrar).
Um carro estava a minha espera na ponta da ilha para levar-me até o aeroporto.
Algumas pessoas me encaravam, ou melhor, encaravam a minha marca. Eu apenas estava imersa em meus próprios pensamentos sem expressar alguma reação a elas.
E finalmente entre no avião com destino aos Estados Unidos.

Eu deixava a Escócia. Mas o que ocorreu lá me marcou pra sempre e essas memórias moldaram minha mente e me indicariam o caminho a seguir.

Encerrado.........continua em Tulsa


_________________

 photo oie_rounded_corners3_zpsc960a0c5.gif
Vampira Negra . The mad priestess . 1ª Guardiã
avatar
Elena Mallaby

Mensagens : 931
Data de inscrição : 25/02/2011

Ficha do Personagem
Vida:
300/300  (300/300)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Old Dungeon

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum