Quarto trancado 2°- Andar

Ir em baixo

Quarto trancado 2°- Andar

Mensagem por Amanda Gallax em Seg Nov 07, 2011 3:19 pm





Local trancado ninguém entra ninguém sai o quarto se esconde atras de uma porta trancada que ninguém consegui abrir .

Para melhor entendimento do que acorrem la dentro uma breve explicação :

Os post que aqui serão postados por Lilyan , Amanda ou e Carly são anti temporaris , assim como o treino pode ser postado o post no quarto quando a pessoa estiver em algum lugar .

Os posts contam um pouco sobre as moradoras da mansão . Então não se assuste ao ler algo totalmente esquisito . Ou fora dos padrões dos personagens que aqui postam .

Agradeço !


Última edição por Amanda Gallax em Seg Dez 19, 2011 3:43 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Amanda Gallax

Mensagens : 74
Data de inscrição : 05/11/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: Sexto-Formado

Ver perfil do usuário http://www.institutodurmstrangr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto trancado 2°- Andar

Mensagem por Ginevra Knoll Scheller em Sex Dez 09, 2011 8:47 pm

The Awakening of a Fallen Angel


Corredores vazios . A cama estava arrumada , nada entrava e nem saia , sera mesmo que ninguém entra mesmo ? talvez agora iram descobrir o por que dele estar trancado .
La estava a garota que tanto odiava a vida e desprezava a morte , tudo não passava de uma farsa ela era uma farsa o mundo era uma farsa deuses a castigaram e agora la estava ela trancada em um corpo humano mas com poderes divinos . Tão divinos que poderiam causar caus por onde passava apenas em sentir o coração bater apenas em pensar em viver novamente , era tão estrondoso que foi obrigada a ficar trancada em um quarto por seculos até que sem perceber a porta foi aberta e uma garota a encontrou . Presa entre a parede e suas asas negras e devastadas . A marca negra de suas asas eram forte , e se senta-se se mover queimava sua pele , sua alma , seu coração . A garota apenas a olhava , uma voz ecoou na casa ainda em construção a garota sai e tranca novamente a porta .
Sua aparência ainda era angelical , ainda não estava totalmente perdida entre o mundo humano . La dentro não tinha poderes era apenas uma prisioneira de seus próprio castigo . A mentira pode causar destruição sim , não pense que seus pais dizem não minta que e feio por que pode ser devastador . Ela sente na pele o que o que a mentira faz todos os dias , horas , segundos não a momento que não se arrependa do que fez . A eternidade foi quebrada por palavras que a fizeram perder sua vida semi-deusa .
Ainda havia barulho de martelo e outros objetos perfurando paredes e portas . Homens gritando do lado de fora , ela estava trancada la dentro sua voz nada poderia dizer pois humano algum podia a escutar . Novamente um barulho se ouviu la fora ,mas não era de homens atordoados com seus trabalhos , novamente a porta estava sendo aberta a garota virou a cabeça para ver o que estava acontecendo e novamente viu a menina entrando o local . Menina loira de olhos azuis e com vestido em um tom rosa e uma fita no cabelo roxa . Ela novamente entrou no quarto escuro a unica luz que havia era a da porta aberta que trazia sua elegância antiga. O que velou a menina voltar ali , talvez não tenha visto a garota presa na parede . Os olhos da menina pareciam brilhar na escuridão como se fossem duas esferas de luz trazidas para salvar a garota da perdição , mas não , era outra coisa era algo diferente ainda não visto pelos olhos da garota . A menina se sentou na sua frente , seus olhos se encontravam no meio do pesadelo vivido por ela . As duas pareciam se entender aos poucos elas começaram a dividir seus bens mais preciosos ... novamente um grito ecoou na casa e uma sombre apareceu no chão dentro do quarto a menina assustada alevanta-se rapidamente e corre até o dono do grito novamente deixando a garota la dentro no escuro .
Novamente trancada . Sem ar , sem vida .
Gritos se ouviram a menininha chorava se esperneava no primeiro andar da casa , alguém subindo a escada rapidamente passos falsos e lagrimas gota por gota caindo no chão . A porta foi aberta , a menina em prantos grita por socorro dentro do quarto , a garota olha sem saber o que acontecia la fora . A casa ardia em fogo . O fogo parece correr atras da manina , um fogo negro . Gargalhas se ecoam pela casa . A menina entra no quarto e tranca a porta . Pela fresta da porta pode se ver o fogo tentando entrar . A menina foi para cima da cama enquanto esperava pelo pior .
A garota a olhando enquanto tentava entender , sentimentos eram coisas obscuras para ela . Apenas conseguia mexer a cabeça , por seu corpo parecia estar ligado as asas presas na parede e a cada movimento algo que nunca sentiu acontecia ... a menina gritava , acuada no canto da cama enquanto ouvia a gritaria la fora . Uma ventania adentrou a casa nem ser anunciada , o fogo anestesiou-se novamente o quarto ficava sem ar .
A menina começa a morrer sufocada , corre até a porta e a tenta abrir mas não a consegue apenas a inocência poderia a abrir pelo lado de fora . La dentro estava condenada a morte , desgastante , sua alma seria consumida pouco a pouco pelo guardião do quarto , um guardião que não deveria ter a deixado entrar . Olhos perdendo o brilho , face ficando sem reação e a menina morrendo . Ela não entendi o que havia com a menina , por que caiu no chão tão bruscamente tão mortal ... mortais talvez era a resposta que procurava , pensava que a menina era como ela já que conseguiu entrar em sua cripta . Construída pelos homens e guardada por demônios .
As asas começaram a se desprender lentamente do corpo da garota . Agora olhando para o chão com a boca entre aberta , saindo sangue dela . Asas sendo arrancadas lentamente pelo corpo que agora luta para sobreviver a dor intermitente , voraz e assassina que a prendia na parede . Suas asas eram apenas carcaças mortas e em estado de decomposição assim como ela , morrendo ali lentamente mas a maldição não a deixava cair por vez . Estava ali para sofrer e nada mais .
Lagrimas param de escorrer do rosto da menina e o ultimo suspiro foi dado . A garota cai de bruços no chão . O chão gélido a faz gritar , para ela era acido corroendo sua pele semi-nua . As asas desaparecem como se nunca estivem ali . O chão a cada toque parecia cacos de vidros rasgando sua pele lentamente a atordoando-a , encostou sua face no chão que a desconfigurou , era apenas uma parte da maldição . Com seus olhos abertos olhando para o vácuo da morte nos olhos da menininha ali quase a sua frente , algo a fez lutar contra a dor de se levantar . Foi em direção a garota sentindo seus pés parecerem blocos de gelo e encostando no chão que a cada pisada pareciam agulhas cravando em sua suave pele .
Pegou o punho da menina do chão e a arrastou até a porta . Algo passava por sua mente mas os olhos da garota ainda estavam cravados em suas mente . A menina tocou seu coração de um jeito diferente . Ao tocar na maçaneta de diamante , sentiu a vibração que havia atras da porta . Uma transferência de energia foi feita o coração da garota voltou a bater e a menina voltou a vida . A porta se abre e o fogo domina a entrada , com a outra mão faz o fogo que apareceu desaparecer novamente . O guardião quis acabar com o vestígio que havia alguém na casa e logo iria fazer a cripta da garota desaparecer novamente . Ali não foi o primeiro local em que a cripta aparece , varias outras crianças já conseguiram entrar la dentro mas nenhuma saiu . Lagrimas escorrem do rosto da garota , que agora sente e vive . Não tem mais medo da vida agora apenas a despreza . Começa a descer as escadas ainda arrastando a garota pelos degraus , caminha até o rol de entrada e desaparece em meios as chamas que novamente voltaram a consumir a casa e agora nada ira sobrar , só ela poderá voltar e trancar a cripta de vez para ninguém mais morrer ou ser castigado novamente .
Nenhuma palavra foi dita a menininha cujo o nome ainda ela não sabe , mas com o tempo descobriu e agora vive com ela a protegente uma vida por outra . Talvez a menininha não se lembre do que aconteceu quando mais nova talvez ninguém saiba realmente o que ocorreu entre as duas naquela noite . A garota ainda se lembra das gargalhada mortais que escutou naquela noite , se não fosse a coisa que a fez talvez não estaria livre para se vingar dos deuses .


ENCERRADO

avatar
Ginevra Knoll Scheller
Moderador
Moderador

Mensagens : 124
Data de inscrição : 26/10/2011

Ficha do Personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)
Ano: ☽●☾

Ver perfil do usuário http://www.institutodurmstrangr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum